img

CULTURA

Senado aprova Lei Paulo Gustavo com R$ 3,8 bilhões para a cultura

Publicado em 24/11/2021

Foto: Divulgação
Senado aprova Lei Paulo Gustavo com R$ 3,8 bilhões para a cultura

Texto ainda será analisado na Câmara e prevê transferência dos recursos federais a estados e municípios. Proposta foi batizada em homenagem ao ator, que morreu de Covid-19.


O Senado aprovou nesta quarta-feira, 24, o projeto de lei complementar (PLP 73/2021) que libera R$ 3,8 bilhões para amenizar os efeitos negativos econômicos e sociais da pandemia de covid-19 no setor cultural.

O projeto, apresentado pelo líder do PT na Casa, senador Paulo Rocha (PA), e subscrito por outros senadores, foi aprovado na forma de um substitutivo (texto alternativo) do relator da matéria, senador Eduardo Gomes (MDB-TO). Foram 68 votos a favor e 5 contra. Agora, o projeto segue para análise da Câmara dos Deputados. 

"O Projeto de Lei Complementar 73, de 2021, é da autoria conjunta dos senadores Paulo Rocha, Paulo Paim, Jean Paul Prates, Rogério Carvalho, Humberto Costa, Jaques Wagner e das senadoras Rose de Freitas, Zenaide Maia e outros. Ressaltam os autores da matéria que o setor cultural foi o primeiro a parar em decorrência da atual pandemia e, possivelmente, será o último a voltar a operar. Daí a necessidade de continuar a ajuda, iniciada em 2020 pela Lei Aldir Blanc, aos artistas, aos criadores de conteúdo e às empresas que, juntos, compõem uma cadeia econômica equivalente a 2,67% do Produto Interno Bruto e que são responsáveis por cerca de 5,8% do total de ocupados no país, cerca de 6 milhões de pessoas. Também é digno de nota enfatizar que a lei complementar resultante da aprovação do PLP homenageará o artista Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros, vítima de covid-19, que foi um exemplo de talento, alegria, solidariedade ao próximo e aos mais necessitados", disse o relator, que é líder do governo no Congresso.

O projeto determina que o montante de R$ 3.862.000.000,00 virá do atual superávit financeiro do Fundo Nacional de Cultura (FNC). A União terá de enviar esse dinheiro para que estados, Distrito Federal e municípios apliquem “em ações emergenciais que visem combater e mitigar os efeitos da pandemia de covid-19 sobre o setor cultural”.

Caso o projeto vire lei, o dinheiro terá que ser liberado por meio de Medida Provisória editada pela Presidência da República.

“O setor cultural é de relevância crucial para o país. Um país sem cultura é um país que desconhece seu passado, que ignora seu presente e compromete seu futuro. A dimensão simbólica da cultura está fundada na capacidade inerentemente humana de simbolizar, expressa pelas diversas línguas, valores, crenças e práticas. Ou seja, a dimensão simbólica da cultura perpassa valores e identidades fundamentais à formação da sociedade. No caso da sociedade brasileira, pode-se afirmar que a nossa diversidade cultural é a característica de nossa identidade. Ser brasileiro significa ser diverso, e ao mesmo tempo possuir uma identidade específica que se articula com todas as outras existentes no país”, disse o senador Paulo Rocha  ao apresentar o projeto.

Desse total, R$ 2,797 bilhões serão destinados exclusivamente para ações voltadas ao setor audiovisual, no apoio a produções audiovisuais, salas de cinema, cineclubes, mostras, festivais e ações de capacitação. 

Audiovisual

Dos R$ 2,797 bilhões destinados ao setor audiovisual, o texto original previa uma divisão de 65% dos recursos para estados e Distrito Federal, e 35% para capitais e municípios com mais de 200 mil habitantes. Essa distribuição foi alterada pelo relator, que determinou um valor a ser aplicado em diferentes áreas do audiovisual.

O apoio a produções audiovisuais, de forma exclusiva ou em complemento a outras formas de financiamento, ficará com R$ 1.957.000.000. Outros R$ 447.500.000 serão destinados ao apoio a reformas, restauros, manutenção e funcionamento de salas de cinema pública e privadas, incluindo a adequação a protocolos sanitários relativos à pandemia da covid-19.

A terceira parte, de R$ 224.700.000, será empregada em capacitação no audiovisual, além de ações como apoio a festivais e mostras, preservação e a digitalização de obras ou acervos e apoio a publicações especializadas e pesquisas.

Editais

O restante do total de R$ 3,8 bilhões, R$ 1,065 bilhão, será destinado a ações emergenciais atendidas pelo FNC em outras áreas da cultura. São editais, chamadas públicas e outras formas de seleção pública para apoio a projetos e iniciativas culturais, inclusive a manutenção de espaços culturais. Metade irá para estados e DF e a outra para municípios e DF.

O texto do relator citou especificamente atividades que podem ser incluídas nos editais, mas deixou claro que a lista não exclui outras. Na lista estão, por exemplo, artes visuais, música, teatro, dança, circo, livros, arte digital, artes clássicas, artesanato, dança, cultura hip hop e funk, expressões artísticas culturais afro-brasileiras, culturas dos povos indígenas e nômades e de quilombolas, coletivos culturais não-formalizados, carnaval, escolas de samba, blocos e bandas carnavalescos.

 O substitutivo incluiu a possibilidade de que os entes federados escolham a que recursos pretendem ter acesso (audiovisual, outras áreas da cultura ou ambos) e também a permissão para que os municípios possam se consorciar para o recebimento de recursos.

"De um lado, isso evita que municípios pouco populosos, mas com relevante realização de filmagens e festivais, caso de Gramado no Estado do Rio Grande do Sul, fiquem de fora do rateio dos recursos do audiovisual. De outro lado, permite que os municípios com características locais partilhadas com outros municípios vizinhos recebam os recursos e os executem via consórcio, com desejável ganho de escala", explicou o relator.

Paulo Gustavo

O ator Paulo Gustavo  morreu vítima de covid-19 no começo de maio, depois de quase dois meses internado. O artista de 42 anos deixou o marido Thales Bretas e dois filhos pequenos, Gael e Romeu. 

Entre os trabalhos de Paulo Gustavo está a interpretação de Dona Hermínia, no monólogo teatral Minha mãe é uma peça, que também conquistou os cinemas com grandes bilheterias. Ele era ator, diretor, humorista, roteirista e apresentador.

Além do senador Paulo Rocha, assinaram o projeto os senadores da bancada do PT, Paulo Paim (RS), Jean Paul Prates (RN), Rogério Carvalho (SE), Humberto Costa (PE) e Jaques Wagner (BA). Também subscreveram o texto as senadoras Zenaide Maia (Pros-RN) e Rose de Freitas (MDB-ES).

Fonte: Agência Senado





Santa Catarina divulga atualização do Boletim Epidemiológico da Covid19

21/01 | Geral
Desde o início da pandemia, 20.338 óbitos foram causados pelo coronavírus. Esses números colocam a taxa de letalidade em 1,51%.

Confira a previsão do tempo neste fim de semana em Santa Catarina

21/01 | Geral
Atenção: no Extremo Oeste, Oeste e Meio-Oeste permanece a temperatura alta e o predomínio de tempo seco na maior parte dos dias, com condição apenas de pancadas de chuva de verão, ocorrendo de forma bem isolada e concentrada no período da tarde.

Dibea suspende resgate e acolhimento de animais em Florianópolis

21/01 | Comunidade
Abrigo da Diretoria de Bem-Estar Animal de Florianópolis está superlotado; O Hospital Veterinário licitado também não tem mais vagas para atender animais resgatados pela Dibea.

Estiagem avança no Oeste e área central de Santa Catarina, revela Monitor de Secas

21/01 | Geral
O mapa do monitoramento referente a dezembro foi divulgado na última quarta-feira, 19.

Banco Central relata vazamento de dados de 160 mil chaves do Pix em banco

21/01 | Economia
Foram vazados dados cadastrais da Acesso Pagamentos

Pesquisa de balneabilidade aponta 65,3% dos pontos analisados próprios para banho em SC

21/01 | Geral
Em Florianópolis, dos 87 pontos onde há coleta, 60 estão em condições de receber banhistas, ou seja, 69,0 %

Confira os pontos de testagem contra Covid-19 neste fim de semana em Florianópolis

21/01 | Saude
Nesta sexta-feira, 21, a Prefeitura de Florianópolis divulgou os pontos de testagem contra Covid-19 para o fim de semana, sábado, 21 de janeiro e domingo, 22 de janeiro. Confira:

Nutricionista orienta sobre alimentação e hidratação durante o calor intenso

21/01 | Variedades
Consumo de água, frutas e verduras que ajudam na hidratação e reposição de eletrólitos é a recomendação de especialista para quem vai curtir a estação em sua plenitude

Curso baseado na obra de Brené Brown foca na saúde mental e soft skills para formar uma nova geração de líderes

21/01 | Marketing
Mentoria Liderança com Ousadia, online e ao vivo, chega à sua sétima edição com o objetivo de apoiar líderes nos desafios diários dessa posição por meio de ferramentas e habilidades consideradas essenciais segundo o Fórum Econômico Mundial

Sesc SC divulga regulamento para inscrições de projetos artísticos catarinenses

21/01 | Cultura
Artistas, produtores culturais e arte-educadores interessados em fazer parte da programação cultural do Sesc em 2022 podem inscrever proposta de artes cênicas, artes visuais, audiovisual, literatura, música, oficinas, mediações, interpretação em Libras e audiodescrição.

CoronaVac é incluída no plano de vacinação para crianças e jovens de 6 a 17 anos

21/01 | Saude
A pasta abriu negociações com o Instituto Butantan, responsável pela produção do imunizante, para a aquisição de doses.

Homem suspeito de roubo a banco em SC é preso no Rio Grande do Sul

21/01 | Policia
Crime aconteceu no dia 26 de outubro de 2021 em Itajaí.

Publicidade