img

COMUNIDADE

Justiça de SC determina implantação de abrigo para acolher mulheres e filhos vítimas de violência doméstica em Palhoça

Publicado em 15/10/2021

Foto: Marcello Casar Jr.
Justiça de SC determina implantação de abrigo para acolher mulheres e filhos vítimas de violência doméstica em Palhoça

O Município de Palhoça deverá atender plenamente o que foi requerido na ação civil pública, no prazo estipulado de 120 dias, sob pena de multa diária de R$ 5 mil.


Decisão atende ao recurso do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) contra a decisão de primeiro grau que negou o que foi requerido pela 1ª Promotoria de Justiça, da infância e juventude, em uma ação civil pública (ACP) dirigida ao município. 


O Município de Palhoça deve tomar providências para implantar o Abrigo Institucional para Mulheres e Filhos Vítimas de Violência Doméstica ou em Situação de Risco no prazo de 120 dias.

A decisão do Tribunal de Justiça (TJSC) atende ao recurso do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) contra a decisão de primeiro grau que negou o que foi requerido pela 1ª Promotoria de Justiça, da infância e juventude, em uma ação civil pública (ACP) dirigida ao município. 

Na ACP, ajuizada em novembro de 2019, o Promotor de Justiça Aurélio Giacomelli da Silva comprovou, por meio de provas documentais e testemunhas, que o atendimento a mães e filhos que se viam obrigados a deixar as suas casas devido à violência doméstica não seguia as normas estabelecidas por lei para o acolhimento correto e seguro das vítimas.  

O município alegava que não havia demanda que justificasse o investimento em um abrigo institucional e na sua manutenção, com estrutura física e recursos humanos adequados, por isso prestava o serviço pagando a hospedagem em hotéis.    

Porém, a 1ª Promotoria de Justiça, na fase de inquérito civil, levantou inúmeros casos em que mulheres crianças ficavam sem o atendimento previsto em lei.

"Não é demais apontar que, ao contrário do que afirmou o Município de Palhoça, as situações em que há premente necessidade de acolhimento institucional da genitora e filhos não são esporádicas e mesmo que assim fosse, seria válido violar os direitos daquelas crianças e adolescentes à convivência familiar por se tratar de caso eventual?", questionou Giacomelli. 

Em primeiro grau, a decisão foi desfavorável a esse entendimento, e a 1ª Promotoria de Justiça apelou contra a sentença. No recurso, o MPSC reforçou os argumentos da ação de que o município estaria sendo omisso ao não implantar um abrigo para o acolhimento das mulheres e crianças vítimas de violência doméstica ou em situação de risco.

O Procurador de Justiça Murilo Casemiro Matos, no parecer favorável ao recurso, argumentou ser imprescindível que o "Município de Palhoça, ante seu potencial de crescimento, possa atender e amparar, por meio de serviço próprio, as mulheres vítimas de violência e seus filhos, em ambiente seguro e acolhedor". 

Além disso, destacou as provas documentais e testemunhais apresentadas pela Promotoria de Justiça na ação civil pública, atestando a "evidente omissão municipal e completa irregularidade na colocação das famílias em hotéis, comprovando a real necessidade de implantação do serviço no município de Palhoça". 

O relator do processo, Desembargador Carlos Adilson Silva, acolheu o recurso e atendeu ao MPSC: "a meu sentir, a ação de colocar mães e filhos sozinhos sem o acompanhamento de uma equipe técnica nas dependências de um hotel, não se demonstra meio adequado de resguardar os direitos das mulheres e filhos vítimas de violência doméstica e/ou situação de risco".

Para o magistrado, a decisão de primeiro grau não avalizou o serviço ofertado em Palhoça, pois, embora "a sentença não tenha afirmado que houve negligência do município, também não ratificou a regularidade da solução, nem deixou claro se essa medida resguarda os direitos das vítimas, nem momentaneamente nem no futuro".

Por fim, em seu voto, o Desembargador julgou ser "absolutamente inaceitável a total omissão, a inércia municipal e a prestação irregular do serviço público, como em dito pelo parquet (Ministério Público)".

Dessa forma, o Município de Palhoça deverá atender plenamente o que foi requerido na ação civil pública, no prazo estipulado de 120 dias, sob pena de multa diária de R$ 5 mil.

 

*Com informações do MPSC





Inscrições gratuitas para 2ª edição da Corrida da Ponte em Florianópolis encerram neste domingo

03/12 | Geral
Corrida será realizada nos dias 11 e 12 de Dezembro, em Florianópolis.

Piloto catarinense Carlos Renaux disputa, em Interlagos, última etapa da Porsche Endurance Series

03/12 | Esportes
A última corrida da temporada ocorre sábado (4) no templo do automobilismo brasileiro, o Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Bairros da região continental de Florianópolis recebem a visita do Papai Noel

03/12 | Cidades
Durante 17 dias a população poderá acompanhar as atrações itinerantes nos bairros de Florianópolis

Corpo de jovem desaparecida é encontrado em praia de SC

03/12 | Geral
Amanda Albach, de 21 anos, estava desaparecida há 19 dias; O corpo da jovem foi encontrado na Praia do Sol, em Laguna.

Movimentação de carga no Porto de São Francisco cresce 25% em novembro

03/12 | Economia
Os dados foram divulgados pela autoridade portuária.


Fraiburgo dará início a colheita da Maçã

03/12 | Regional
Começa neste mês de dezembro uma das principais atrações turísticas de Fraiburgo. Com duração de cinco meses, a colheita da maçã atraí 10 mil pessoas e aumenta em mais de 50% a movimentação da economia local

Figueirense reativa categorias de base e inicia cadastramento de núcleos e escolinhas

03/12 | Esportes
Inicialmente serão reativadas as categorias Sub-15 e Sub-17.

Veículos adulterados são apreendidos pela Polícia Civil em São José

03/12 | Policia
Na quinta feira (2), a Divisão de Furtos e Roubos de Veículos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais, apreendeu no bairro Ponta de Baixo, em São José, um veículo com sinais identificadores adulterados.

Estação Espacial realiza manobra para se desviar de lixo

03/12 | Mundo
Órbita da estação baixou 310 metros

Abertura do Natal da Virada reúne milhares de pessoas em Florianópolis

03/12 | Cidades
O evento foi realizado na noite desta quinta-feira, (2), no largo da Catedral Metropolitana da Capital.

Aeroporto de Florianópolis estreia rota inédita para Salvador neste fim de semana

03/12 | Turismo
É a primeira vez na história que o aeroporto da Capital catarinense tem uma ligação direta com o Nordeste.