img

REGIONAL

WEG irá fornecer 500 respiradores para a rede pública hospitalar de Santa Catarina

Publicado em 24/05/2020

WEG irá fornecer 500 respiradores para a rede pública hospitalar de Santa Catarina

O Governo do Estado firmou compromisso nesta sexta-feira, 22, com a empresa catarinense WEG para a compra de 500 respiradores.


Os aparelhos serão produzidos em Santa Catarina. A novidade foi anunciada pelo governador Carlos Moisés em coletiva de imprensa. Os 100 primeiros respiradores deverão ser entregues já na próxima semana para serem distribuídos na rede hospitalar. Os 400 restantes deverão chegar ao longo do mês de junho.

O governador Carlos Moisés destacou a dificuldade global em se conseguir respiradores. De acordo com o chefe do Executivo, a empresa catarinense deverá firmar contratos também com outras unidades da federação para a produção de respiradores.

“Com as dificuldades que nós temos de comprar respiradores, nós temos essa boa notícia. A importância da atuação empresa, que mudou seu escopo de produção é fundamental. Isso vai ajudar a salvar muitas vidas. A distribuição desses aparelhos seguirá um planejamento, a partir dos resultados que cada região apresentar”, afirmou o governador.

O secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, explica que o Governo estava em tratativas com a empresa há mais de um mês e firmou o compromisso a partir da confirmação de que já havia as condições necessárias para a produção dos equipamentos. A WEG possui aval da Anvisa para a produção.

O secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, salienta que o critério para a distribuição dos 100 primeiros respiradores já está praticamente pronto. Ele afirmou que os técnicos da pasta olharão os dados de ocupação dos leitos da UTI no começo da próxima semana para bater o martelo:

“São equipamentos que ajudarão a equipar mais leitos de UTI e auxiliarão em nosso objetivo de que nenhum catarinense fique sem o tratamento adequado durante essa pandemia”.

A Companhia vai utilizar a estrutura das suas fábricas de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, para produzir os respiradores e trabalha com a possibilidade de fazer ajustes ao projeto para agilizar a produção.O plano é viabilizar de imediato a compra de todos os componentes necessários para produzir 500 respiradores.  Sendo instalada a linha de produção pela WEG, a Companhia terá capacidade estimada de fabricar 50 respiradores por dia e fazer entregas na segunda quinzena de maio. 

Dependemos agora da obtenção dos componentes eletrônicos e pneumáticos, muitos deles importados e que sofrem escassez no mercado neste momento”, informa Manfred Peter Johann, Diretor Superintendente da WEG Automação. A implantação da linha de produção seguirá todos os protocolos sanitários de higienização e demais medidas protetivas recomendadas pelas autoridades de saúde para as indústrias.