Ao Vivo

Entenda como vai funcionar a plataforma WatchTV para provedores de internet

Entrevista com Andrés Madero, diretor da Infinera LATAM, durante a Futurecom 2018

ZECA PAGODINHO NA P12 E AFTER NO DONNA JURERE COM BLOG DO BAXO

Logicalis apresenta na Futurecom soluções para a cadeira produtiva do vinho utilizando IoT

img

GERAL

Qual a diferença entre curso técnico e curso tecnólogo?

Publicado em 05/10/2018 - 21:38:31

Na hora de buscar qualificação profissional, o mercado da educação oferece uma gama de possibilidades. Entre elas, estão os cursos técnico e tecnólogo.


Foto Ilustrativa
Qual a diferença entre curso técnico e curso tecnólogo?

Você sabe a diferença entre eles? Embora os nomes sejam semelhantes, estas modalidades são distintas desde a raiz, apesar de serem duas possibilidades valiosas para o início de uma carreira. Os estudos, aliás, estão cada vez mais acessíveis no país, graças aos descontos e aos financiamentos oferecidos pelas instituições privadas. Obter uma bolsa para curso técnico, por exemplo, nunca foi tão fácil.

A principal diferença entre curso técnico e curso tecnólogo está na exigência da escolaridade do aluno interessado. Isso porque o curso técnico não é encarado como uma graduação superior e, portanto, pode ser feito até por quem tem apenas o ensino fundamental completo. O grau de exigência, porém, vai depender da qualificação escolhida. 

Além disso, o curso técnico tem duração variável, podendo ir de dois meses até a três anos. O foco nesta modalidade está na qualificação imediata para o mercado de trabalho. Por isso, os cursos tendem a ser voltamos à prática, com pouco conhecimento teórico.

O custo da mensalidade varia bastante, de acordo com o curso escolhido. Felizmente, as instituições privadas oferecem uma série de bolsas para curso técnico, a partir de parcerias com o governo, como a isenção fiscal. 

De um modo geral, o curso técnico é uma demanda presente nas indústrias do país, que precisam qualificar profissionais para as rotinas de uma fábrica. Entre estas rotinas, podemos citar como exemplo a operação de máquinas e o manuseio de produtos específicos.

Curso tecnólogo

O curso tecnólogo é uma graduação de nível superior, inclusive com a emissão de diploma reconhecido pelo MEC. A diferença do tecnólogo para a graduação convencional está, basicamente, no tempo de aprendizado, que varia entre 2 e 3 anos. Já a metodologia tradicional prevê período em sala de aula de 4 a 6 anos.

Com a redução do tempo de ensino, a grade curricular do curso tecnólogo é suprimida na fase teórica. Desta forma, os estudos estão mais voltados à prática, muito embora a formação tenha como objetivo preparar profissional para cargos de gestão e supervisão. É diferente, neste caso, do curso técnico, que tem foco na execução de rotinas específicas, sem conhecimento aprofundado.

Como qualquer curso superior, o tecnólogo exige que o candidato tenha ensino médio completo e participe de uma seleção para iniciar os estudos. A vaga pode ser conquistada, por exemplo, através de vestibular ou ainda utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Aliás, existem instituições públicas que oferecem cursos de formação tecnóloga, apesar de a maior oferta estar na rede privada.   

Curso técnico  Curso tecnólogo
Duração de dois meses a três anos  Duração de dois a três anos
Requisito de escolaridade a partir do fundamental incompleto Exige que o estudante tenha ensino médio completo e participe de um vestibular
Ensino focado nas necessidades do mercado de trabalho, para início imediato Focado no mercado de trabalho, mas com qualificação aprofundada para a formação de gestores e supervisores

Bolsa para curso técnico e oportunidades para tecnólogo

Assim como existe bolsa para curso técnico, também é possível encontrar boas oportunidades de estudar, com desconto, na graduação da modalidade tecnóloga. No site do Portal Educa Mais Brasil é possível encontrar ofertas com até 70% de desconto no valor da mensalidade, em todo o território nacional. 
O importante é escolher instituições de ensino com boa reputação e infraestrutura adequada. Por esta razão, uma boa pesquisa na internet, antes de escolher onde estudar, faz toda a diferença.


Qualificação para quem falta tempo


E até mesmo quem tem pouco tempo para se dedicar aos estudos pode encarar um curso técnico ou tecnólogo. Isso porque alguns estudos podem ser feitos na modalidade ensino à distância (EAD). Lembrando que esta é uma formação que existe, acima de tudo, foco e concentração do estudante.