Ao Vivo

Florianópolis recebeu o Stun Game Festival no complexo Music Park

Resenha Digital foi conhecer a plataforma Assetify da empresa de tecnologia Movti

Renato Pires recebe a atleta de Jiu-Jitsu Monique Morais no Urban Sports

Blog do Baxo esteve no Show de César Menotti e Fabiano em Tubarão

img
DIVERSAO

Nenhum de Nós volta a Floripa trazendo seus maiores sucessos e inéditas

Publicado em 10/08/2018 - 18:26:25

Lançado pelo Selo Ímã Records, o EP ?Doble Chapa? está disponível nas plataformas digitais e também em formato físico nas lojas de discos


Foto Ilustrativa
Nenhum de Nós volta a Floripa trazendo seus maiores sucessos e inéditas

Depois de São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia e Curitiba, chegou a vez de Florianópolis conhecera nova tour do Nenhum de Nós,  “Doble Chapa”. O grupo reparece diante de seus fãs da capital catarinense no dia 1º de novembro, trazendo seus maiores sucessos e ainda músicas inéditas do novo EP. A apresentação acontece no Teatro do CIC, às 21h.

Donos de sucessos que arrastaram multidões de amantes do pop rock nacional dos anos 80, o grupo, que completou 31 anos de carreira em outubro de 2017, conta com a consistente marca de mais de 2000 shows, 17 discos e 03 DVD’s lançados.

Entre os hits da banda, estão “O Astronauta de Mármore”, “Camila  Camila”, “Sobre o Tempo”, “Vou Deixar Que Você Se Vá” e “Você vai Lembrar de Mim”.  A banda já recebeu inúmeros prêmios, amplo reconhecimento de público e de crítica, e possui uma imensa legião de fãs no Brasil e na América Latina. Estarão no palco do Teatro do CIC, Thedy Corrêa (vocal e violão), Veco Marques e Carlos Stein (guitarras e violões), João Vicenti (teclados e acordeón) e Sady Homrich (bateria). Sempre acompanhados de Estevão Camargo, no baixo e vocais, como músico convidado.

O novo EP do Nenhum de Nós, “Doble Chapa” é uma referência às pessoas que vivem na fronteira próxima ao Uruguai. Motivo de documentários, ensaios literários e canções, inspirou o grupo gaúcho a batizar o EP. “Fronteiras podem ser legais na medida que abrigam iniciativas culturais marcadas por peculiaridades. Misturar estas particularidades para gerar algo novo é o tom deste novo trabalho”, revela o guitarrista Carlos Stein. “Com Doble Chapa reforçamos nossa identidade latino americana” complementa Thedy Corrêa. E prossegue: “somos apaixonados pelo nosso continente e temos especial orgulho de nossa condição de sulistas e gáuchos (com o acento castelhano). Nossa cultura é o resultado desta mistura que não conhece fronteiras e que faz com que haja sintonia mesmo falando línguas diferentes”.

E Thedy fecha uma reflexão sobre os percalços da integração musical latina: “falta um fortalecimento do mercado latino no Brasil, que o ignora solenemente. Somos mais suscetíveis às influências europeias e americanas do que aquela que nos proporciona a proximidade com os vizinhos de continente. É uma visão colonialista que atrapalha o intercâmbio cultural. Bandas como Nenhum de Nós e Paralamas do Sucesso fazem esta aproximação há décadas. Falta que outros artistas resolvam aderir à causa.” E Carlos completa: “embora exista muita admiração de parte a parte entre nossos países, o lado cultural ainda se ressente do tamanho do mercado. Acho que trabalhos como esse e investir nestes intercâmbios através de shows, podem ser o caminho para se construir algo mais concreto”.

Sobre a longevidade de mais de três décadas de estrada e o fato do grupo ser um dos que mais faz shows pelo Brasil, Thedy revela:  “Não é fácil atravessar três décadas de rock em um país como o Brasil, onde não se valoriza história e trajetória, onde sobressai a eterna sede pelo novo. Enfrentamos crises, modas e períodos de baixa, de cabeça erguida e sempre investindo em nosso público fiel. Tratamos nossa carreira com coerência e sendo leias aos princípios que tínhamos quando a banda começou. Ainda queremos transformar o mundo em um lugar melhor de se viver com a força de nossa música e poesia. Nos atualizamos sempre, mas o principal não muda: a nossa lealdade ao projeto artístico do Nenhum de Nós. Nunca traímos nosso público nem a nós mesmos.”






Leia mais ...






Colunistas
Entrelinhas
Paulo Cordeiro
Social
Beatriz Monn
Opinativo
Marcelo Lubi
Momento Esportivo
Renato Pires
Arte e Cultura
Paulo Freitas
Política
Helder Caldeira
Turismo
Jefferson Severino