Ao Vivo

EU ESCOLHI A DANÇA

DOCUMENTÁRIO MEU ARMÁRIO NÃO TEM CHAVE

Programa Blog do Baxo entrevista a dupla Breno e Caio Cesar e o cantor Thiaguinho

Renato Pires entrevista Carlo Scopel da Associação Atlética Pinguins no Urban Sports

img

TECNOLOGIA

Catarinenses buscam vaga em robótica móvel para mundial de profissões

Publicado em 11/07/2018 - 23:39:20

Disputa na ocupação é realizada durante a Olimpíada do Conhecimento


Ivonei Fazzioni
Catarinenses buscam vaga em robótica móvel para mundial de profissões

Estudantes catarinenses no Desafio de Robótica na Indústria


Os estudantes do SENAI em Jaraguá do Sul Róger Alexander Moresco, 21 anos, Rafael Glatz, que completa 19 anos no dia 12 de julho, estão disputando, em Brasília, as provas seletivas de Robótica Móvel para a WorldSkills Competition, o (torneio mundial de profissões, que será realizado na cidade russa de Kasan em 2019. Além dos catarinenses, duplas de mais quatro Estados buscam a vaga brasileira na ocupação. A prova seletiva de Robótica Móvel integra a Olimpíada do Conhecimento que foi aberta na quarta (4) e prossegue até domingo (8), na Capital Federal.

Nessas competições profissionais, os competidores precisam demonstrar conhecimentos, habilidades para o planejamento e execução das tarefas propostas, além de competências socioemocionais (capacidade de trabalho em equipe, respeito aos adversários, organização do trabalho, respeito ao meio ambiente). Em 2018, já foram realizadas as provas em 13 ocupações, nas quais Santa Catarina obteve duas medalhas de ouro e uma de prata. No total, são 44 ocupações, das quais Santa Catarina participa de 25. As provas seletivas prosseguem até 14 de setembro.

Os dois estudantes de Jaraguá do Sul treinam juntos há oito meses e vinham obtendo bons resultados nas provas que realizaram durante os treinamentos. Por isso, alimentam esperança de um bom resultado na seletiva. No entanto, eles observam também boas oportunidades no mundo do trabalho. “Com a automatização, internet das coisas, indústria 4.0, a robótica é o futuro. Há uma tendência de aumentar a quantidade de robôs nos processos de produção”, afirma Róger, que fez o curso técnico em mecatrônica e está concluindo o curso superior em Automação Industrial, ambos do SENAI. Seu colega Rafael fez o curso técnico em mecatrônica articulado com o ensino médio. 

Desafio de Robótica na Indústria

Outra atividade ligada à robótica na Olimpíada do Conhecimento é o Desafio de Robótica na Indústria, que reúne 240 estudantes da Educação Básica articulada com Educação Profissional (EBEP). Serão no total 48 equipes do DF e de 23 Estados brasileiros, incluindo times do SESI em Lages, São Miguel do Oeste e Blumenau.

A novidade desta edição é que os robôs de Lego, montados pelos próprios alunos, têm missões estritamente relacionadas à realidade da indústria. Os desafios incluem simulações de tarefas que envolvem oito setores industriais: veículos automotores; celulose e papel; construção civil; frigorífico; máquinas e equipamentos; mineração; têxtil; e panificação. A proposta é preparar os estudantes para a realidade da Indústria 4.0. O evento estreia uma tecnologia inédita, que é a mesa automatizada, com sensores que permitem o acompanhamento da pontuação de cada equipe em tempo real no painel eletrônico. Nas demonstrações, os estudantes devem programar os robôs para atuar de maneira autônoma e também controlados por um dispositivo à distância (controle remoto, joystick ou smartphone com bluetooth).

Nas etapas, são simuladas situações reais da indústria. Na mineração, os robôs precisam desobstruir dutos de petróleo e gás. Na panificação, a missão é automatizar o forno. No frigorífico, o robô precisa chegar no menor tempo possível para acionar o botão do freezer antes que os produtos sofram aquecimento. Na construção civil, os estudantes precisam empilhar três blocos pré-moldados para simular a construção de um prédio. Na mesa central, os robôs fornecem os componentes que serão levados até a linha de produção veicular para a montagem de carros, no conceito da Indústria 4.0. 

Empresários catarinenses visitam Olimpíada do Conhecimento

Um grupo de seis empresários catarinenses visitou a Olimpíada do Conhecimento, em Brasília, convidados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), promotora do evento. O convite foi decorrente do bom resultado alcançado pela área de mercado da FIESC, que foi destaque nacional em contratos de Base Nacional (empresas com operações em mais de um Estado). Participaram do evento representantes da Weg, Termotecnica, Videplast, Seara/JBS, Rohden e Bokitus.



Com informações de FIESC